Hiperbárica Natal

A gangrena de Fournier é uma infecção causada por várias espécies de bactérias simultaneamente, afetando os tecidos profundos do períneo. Ocorre principalmente em pacientes diabéticos, portadores de distúrbios da imunidade, além de associar-se a má higiene local e procedimentos cirúrgicos ou pequenos traumas e ferimentos.

Geralmente os homens são acometidos com maior frequência, e os sintomas mais típicos são dor local forte associada à febre, mal-estar e sonolência. A evolução é rápida, e a infecção pode progredir em direção às coxas e ao abdome, cuja pele apresenta sinais inflamatórios (bolhas, vermelhidão, aumento da temperatura) com necrose posterior. A mortalidade pode chegar a 50% em determinados casos.

Na fase aguda, o uso da oxigenoterapia é adjuvante, melhorando a oxigenação dos tecidos ainda viáveis que estejam agredidos pela redução da oxigenação local, diminuindo o edema local e melhorando a circulação. Além disso, o tratamento promove alívio dos sintomas gerais por reduzir a produção de substâncias inflamatórias pelo organismo.

Numa fase posterior do tratamento, o aumento da velocidade no processo de cicatrização diminui a necessidade de procedimentos cirúrgicos, o uso de antibióticos e curativos, acelerando também a alta hospitalar.

http://revista.fmrp.usp.br/2007/vol40n4/1_gangrena%20de%20fournier.pdf

http://www.scielo.br/pdf/rcbc/v37n6/10.pdf